quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Amor & Sexo: programa idiota com “I” maiúsculo!

Quem teve a “brilhante” ideia de botar o programa Amor & Sexo no ar? O que é aquilo? Sinceramente! É a prova cabal de que a Rede Globo não pensa apenas que os telespectadores são um monte de banana (como evocou William Bonner numa desastrosa declaração do passado, em que comparava o telespectador do Jornal Nacional a Homer Simpson), a emissora tem certeza disso. Caso contrário, um programa com Amor & Sexo, com aquele “argumento” e aquela “criatividade”, não estaria na grade da TV dos Marinhos.

A “atração”, capitaneada por Fernanda Lima (Apresentadora? Atriz? Cantora? Dançarina?), é um verdadeiro festival de micos e de superficialidades. Tenta discutir sexo de forma natural e descamba para algo esquisito, sem noção e estereotipado: fica no “reme-reme” do “com homem é assim, com mulher é assado”. Além disso, se esforça para criar polêmicas (exibindo nu frontal de homens e mulheres e beijo entre homossexuais do sexo masculino), a fim de atrair e garantir audiência. O elenco escolhido para o programa traz dois bons motivos que prenunciam a chatice: Alexandre Nero e Otaviano Costa. O primeiro, uma espécie de Luana Piovani de calças, que critica tudo e a todos, e também se considera cantor (what?); o segundo, um cara que quer aparecer a todo custo, solta um monte de piadas sem graça e já foi repórter do Domingão do Faustão. Ah, não precisa dizer mais nada!

Todo mundo está cansado de saber que grande parte das emissoras de TV não está nem aí para oferecer produtos de qualidade ao público. Certo. Sem conformismo, que fique claro. Mas, daí, oferecer merda no penico prestes a ser jogada fora? É demais, né? Quer falar sobre sexo na TV? Que tal fazer uma boa pesquisa para criar pautas interessantes? TV é uma concessão pública, mas cadê a “prestação de serviço adequado” de que trata a Lei?

Ricardo Waddington, diretor da indigesta “atração”, bem que poderia sugerir à cúpula da Globo que o nome do programa sofresse uma importante alteração: passasse a ser Amor, Merdas & Sexo. Assim, seria mais adequado. Tchau, Amor & Sexo! Não foi um prazer.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

2 comentários:

  1. Esse tipo de programa mostra o quanto falta para o ser humano alcançar uma certa evolução, totalmente sem sentido de um mau gosto formidável, piadinhas ridículas e com uma apresentadora falida, Globo tenta manipular de todas as formas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pilot Wings, obrigado pelo comentário e pela leitura do texto. Continue acompanhando e comentando as postagens. É importante para mim. Grande abraço! :)

      Excluir

Copyright © Desde que eu me entendo por gente

Design by Josymar Alves